Políticas Editoriais

Âmbito

A revista Da Investigação às Práticas: Estudos de Natureza Educacional publica artigos originais no âmbito da investigação em Ciências da Educação, incluindo anualmente um número de submissão livre e um número temático. O número temático visa dar expressão ao debate de questões relevantes, centrando-as num domínio particular.

A INVEP é uma revista de âmbito educacional que aceita artigos sobre os: contextos educativos (formais e não formais), atores educativos, processos de ensino e de aprendizagem, modelos e processos de desenvolvimento da criança, organização dos sistemas educativos, políticas, valores e práticas.

A INVEP publica artigos científicos, apresentações de Projetos e recensões de livros. Os artigos submetidos podem ser de natureza teórica, metodológica, empírica ou histórica, podendo relacionar-se com qualquer área da educação.

A INVEP tem como público-alvo investigadores, professores, educadores, ou outros profissionais na área da educação, bem como estudantes de cursos de graduação e pós-graduação no âmbito da educação, e todos aqueles que se interessam pelo desenvolvimento

 

Políticas de Secção

Editorial

Não Seleccionado Submissões Abertas Seleccionado Indexado Não Seleccionado Revisto pelos Pares

Artigos

Seleccionado Submissões Abertas Seleccionado Indexado Seleccionado Revisto pelos Pares

Recensões críticas

Seleccionado Submissões Abertas Seleccionado Indexado Seleccionado Revisto pelos Pares
 

Processo de Revisão por Pares

Cada submissão será sujeita a uma revisão anónima por dois revisores que avaliará a qualidade científica da proposta relativamente a: (a) clareza do texto; (b) relevância e originalidade; (c) pertinência e clareza dos objetivos; (d) pertinência e relevância do quadro teórico; (e) tratamento aprofundado do estado da arte do conhecimento na área; (f) adequação do quadro metodológico; (g) coesão e coerência do texto; (h) adequação da análise de dados empíricos; e (i) validade e relevância das conclusões.

O tempo padrão para conclusão de uma revisão é 12 semanas. A revisão científica fica a cargo preferencialmente de dois investigadores externos das instituições dos autores.

Os revisores são recrutados, preferencialmente, de entre os membros do Conselho Editorial, de acordo com a respetiva área de especialização e a da proposta submetida. Podem, também, ser recrutados outros investigadores cuja área de especialização se enquadre na área científica da submissão.

 

Periodicidade

A revista Da Investigação às Práticas publica anualmente duas edições das quais uma corresponde a um número regular que alberga os trabalhos submetidos pelos autores e a outra corresponde a um número temático (cujo tema é definido pela Comissão Editorial da revista).

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Taxas para submissão e publicação de textos

A coordenação editorial da revista valoriza uma política de acesso livre deste modo a revista Da Investigação às Práticas: Estudos de Natureza Educacional, não cobra taxas pelos artigos publicados nem pela sua revisão, distribuição ou download.

 

Indexadores e Bases de Dados

Nacionais


Internacionais